Início da obra da Hidroven na Venezuela

Data da notícia: 18 Março 2019

O Grupo NOV na Venezuela iniciou em novembro de 2018 uma nova obra para a Hidroven, de valor superior a 80 milhões de dólares.
A empreitada, que deverá demorar cerca de dois anos, consiste na reabilitação da estação de tratamento de água potável “Alonso de Ojeda”, no estado de Zulia no norte da Venezuela. O contrato prevê igualmente um ano de exploração.

Esta estação foi construída nos anos 60 do século passado, tendo sofrido ampliações para uma capacidade atual de 7.200 litros por segundo. A reabilitação prevê aumentar capacidade da estação para 8.400 litros por segundo, com utilização de novas tecnologias e agregação de um novo sistema de tratamento de lodos. Com este aumento de capacidade, será possível abastecer 2,8 milhões de habitantes da cidade de Maracaibo e arredores na Venezuela.

A equipa do Grupo NOV Venezuela terminou durante o primeiro trimestre de 2019 a primeira fase da obra que prevê a entrega do projeto de engenharia. Neste momento, já se iniciou a fase de reabilitação da estação no terreno, tendo já sido concluídos todos os trabalhos de movimentações de terras, montagem de estaleiro e reabilitação do muro perimetral da planta de tratamento. Foi também finalizado uma aguada, que permite abastecer os camiões para distribuição da água por cisternas.

Está ainda prevista a reabilitação das restantes estruturas de betão existentes e juntas de dilatação, construção de um sistema de tratamento de lodos, substituição de todos os equipamentos mecânicos por novos, novo sistema elétrico com sistema de emergência por geradores integrado, novo sistema de filtração.

Esta será a primeira estação a ser totalmente automatizada. e será um dos maiores projetos, na área das águas, realizado pelo Grupo NOV.